segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Contexto histórico no Brasil: Ninguém segura este país.



           
Leila Diniz causando polêmica na época


            Os anos 70 foi um reflexo da década de 60, que depois do golpe militar em 1964, o Brasil ainda vivera um regime ditatorial.
            A sociedade brasileira encontrava-se sob um cenário anti-democrático, a repressão fazia parte do dia-a-dia do país. Isto se refletiu em vários segmentos como no cinema, televisão, música, entre outros.
            A política nacional desta época procurou defender uma imagem de um Brasil grande, promissor, rico “Ninguém segura este país” e o slogan “Brasil: Ame-o ou deixe-o” foram uma bandeira defendida pelos generais. Dessa forma a imagem de um governo ufanista prevalecia e nessa época ainda foi reforçada - com a conquista do tricampeonato de futebol pelo Brasil- , com o intuito de causar na população uma sensação de êxtase,  para assim esquecerem as atrocidades cometidas pelo governo.
Durante o governo do presidente Emilio G. Médici (1969-1974) o Brasil tentou esconder uma realidade de falso glamour, com o conhecido “milagre econômico” que fez a produção do país crescer, modernizando-se num ritmo espetacular, contendo a inflação que sempre foi um problema para o governo, e também aumentou-se o investimento de capital estrangeiro e implantaram-se multinacionais no país. Isso também ocasionou nas mulheres um desejo de ser independente, consumindo e exigindo cada vez mais uma moda prática, individualista e versátil. Não é à toa que este desejo de consumo fez aumentar a produção industrial do vestuário em 9,1% no país.

2 comentários: